Check-list do pergolado: por que é tão importante?

check

Veja como evitar aborrecimentos e otimizar a gestão da sua obra com o check-list do pergolado perfeito!

Imagine idealizar um pergolado de madeira na área de lazer, acalentar a ideia até encontrar alguém para fazer e depois de pronto ver que não saiu nada do que se esperava? É triste, mas é o que tem grandes chances de acontecer se não for feito um check-list.

O que é feito primeiro, o pergolado ou o piso? A coluna deve ser aterrada ou pinada? Será que lá na frente você vai querer fazer um fechamento com vidro?

Pode parecer simples para quem vê de fora, mas na hora que a obra começa é que se tem ideia da imensa quantidade de detalhes que um pergolado acarreta.

Por isso, sem planejamento e sem um construtor experiente, muitas vezes o investimento vai por água abaixo. Pensando em ajudar você a não passar aperto, nós preparamos esse check-list do pergolado com os principais pontos que devem ser levantados antes de elaborar o projeto.

Então vem com a gente que a Cobrire vai te dar um verdadeiro mapa do tesouro para fazer seu pergolado de madeira!

 

Confira o check-list do pergolado perfeito

Um bom planejamento é imprescindível para tornar sua gestão de obra mais eficiente, lucrativa e sustentável. Nesse check-list você vai encontrar os principais itens que precisam ser levados em conta, mesmo que alguns não se adequem ao perfil do seu projeto.

De qualquer forma, esse é um bom início para evitar problemas, saber onde e quando investir para não ter gastos desnecessários e evitar dores de cabeça em geral.

Mas não esqueça que contar com profissionais experientes é fundamental, porque fazer um pergolado de madeira não é coisa para amador.

 

Local da obra

Para começar, faça uma análise no local da obra. O lugar em que será instalado o pergolado é aberto, fechado, tem fácil acesso, como será a entrada dos materiais? Por rampa, elevador, escadas?

Não esqueça também de pensar – e informar ao construtor – se é o térreo, no terraço ou em algum outro andar, se a passagem é estreita e se há necessidade de caçamba para descarte dos resíduos.

Nesse item, considere também a voltagem para ligar os equipamentos (110V ou 220V) e se há necessidade de emitir algum documento para liberação da obra, por exemplo. Qualquer informação do tipo é muito importante.

check

check

 

Piso do pergolado de madeira

O piso ideal é o deck de madeira, mas tem quem prefira manter o piso atual. Nesse caso, como ele é? Piso frio, porcelanato, grama, pedriscos cimento, etc.

Esses dados também são importantes caso queira fazer a troca por deck ou qualquer outro tipo. Aliás, não esqueça de dizer se essa troca deverá ser feita antes ou depois do pergolado pronto.

check

check

 

Finalidade do pergolado

O pergolado de madeira pode ter dezenas de funcionalidades e é por isso que ele é o queridinho de designers e arquitetos. Só que dependendo da finalidade ele pode ser projetado de uma forma diferente.

Então pense para que ele servirá: para plantas, garagem, churrasqueira, cantinho zen, home office, academia, adega, home bar, extensão de um ambiente, sala de TV, para fazer sombra e outro cômodo, para dar suporte à piscina, área gourmet

Enfim, procure detalhar a função e como você imagina que ele será, se terá ou não cobertura, de que tipo (vidro, policarbonato, Pergotelha).

check

check

 

Material do pergolado

Ele pode ser o mais bonito e sofisticado de todos, mas a gente sabe que não é o único. Além da madeira, o pergolado pode ser feito de outros materiais, como alvenaria, aço corten, alumínio, ferro, etc.

Se optar pela beleza inigualável da madeira, também é preciso escolher a espécie. A Cobrire, por exemplo, só trabalha com madeiras do tipo exportação, aquelas que além de bonitas já são naturalmente resistentes às intempéries, como garapeira, cumaru e eucalipto roliço.

Mesmo assim, todas as madeiras precisam de proteção contra a umidade, o sol, a chuva e as pragas. Então essa é a hora para definir como será feita a pintura, se com verniz ou stain e a marca e a cor do produto.

check

check

 

Tamanho e colunas do pergolado

Também é preciso definir o tamanho do pergolado, inclusive se há algum elemento limitador de altura, se será inclinado ou em nível, se será encostado na parede e em quantos lados e também os recuos do terreno.

Também é preciso definir o tamanho que você quer para as colunas, lembrando que quanto mais grossas, mais robusta fica a construção. Haverá alguma meia coluna na parede ou no muro? Deverão ser pinadas ou aterradas? Isso também vai depender do tipo de piso – e se o pergolado será feito antes ou depois dele.

check

check

 

Cobertura e forro

A parte da cobertura merece atenção especial. Aqui são vários detalhes que devem ser analisados para cada escolha.

Além do tipo – de vidro (temperado ou laminado), policarbonato (alveolar ou compacto) – é preciso definir a cor, ser haverá calhas, condutores e pingadeiras, se será inclinado e em que percentual, qual o material da estrutura e se haverá um telhado superior já preexistente, por exemplo.

O mesmo acontece com o tipo de forro – palha ou bambu? Qual o modelo? Será colocado por cima ou entre as travessas do pergolado? Tudo isso precisa ser definido com antecedência.

check

check

 

Energia elétrica

Outro ponto importante que deve constar no check-list do pergolado é se haverá ou não energia elétrica no ambiente. Geralmente há – e aí é preciso definir por onde ela chegará até a estrutura, se será pelo chão, pelas colunas, pelo telhado, etc, e qual a sua voltagem.

check

 

Acessórios

Os acessórios também precisam ser pensados com antecedência. Ventiladores de teto e ar-condicionado, por exemplo, precisam ter sua voltagem, quantidade e localização pré-determinadas.

O mesmo acontece com a iluminação. Essa é a hora de escolher a temperatura e a cor das lâmpadas, a quantidade, os modelos das luminárias  e os locais em que serão instaladas, assim como o tipo de fixação que será feito.

check

 

Área gourmet

Muito se engana quem pensa que basta colocar balcão, pia, geladeira e cocção para ter um pergolado gourmet. Na verdade, cada detalhe precisa ser resolvido já no projeto original, como os locais e os modelos de churrasqueira, fogão a lenha, forno, cooktop, depurador, pia, bancada, freezer, armários e geladeira.

check

 

Paredes e alvenarias

O planejamento também deve incluir a existência de paredes e demais alvenarias que possam influenciar no projeto do pergolado.

check

 

Itens que precisam ser previstos

Alguns itens podem até ser colocados posteriormente, mas precisam estar previstos no cálculo do projeto original. É o caso do fechamento com vidro, toldos, painel de madeira, redes de descanso e balanços.

Esses elementos influenciam diretamente no peso suportado pelo pergolado, por isso devem ser previstos com antecedência.

check

 

Elementos extras

É interessante que o check-list do pergolado seja bem completo, incluindo ainda, se possível, os móveis, todas as revisões feitas no projeto, e ainda uma lista com os fornecedores e as previsões orçamentárias. Dessa forma fica mais fácil acompanhar as modificações e evitar surpresas ao longo do caminho.

Viu como fica muito mais fácil administrar a construção do seu pergolado com base em um planejamento bem elaborado?

Para facilitar ainda mais a gestão da sua obra a Cobrire está disponibilizando gratuitamente o Check-list Pergolado Perfeito, um roteiro bem detalhado que vai ajudar você a evitar aborrecimentos desnecessários.

 

Já assinou a nossa newsletter? No nosso Blog você confere dicas incríveis como essa todas as semanas e no Instagram os últimos trabalhos da Cobrire!

Compartilhe:

Posts Recentes

Solicite já um Orçamento