Meu pergolado fica quente demais! O que posso fazer?

Depois de pronto descobriu que o pergolado quente demais é um problema? Veja essas soluções para aliviar o problema e usar mais sua área externa!

O outono finalmente chegou e com ele os dias e noites que, para muita gente, são os mais gostosos do ano. Mas a gente sabe que uma área de lazer deve ser feita para as 4 estações do ano – e aqui no Brasil é calor praticamente o ano inteiro. Por isso, se quando chega o verão o pergolado quente demais é um problema, hoje você vai ver por que isso acontece e o que pode ser feito para driblar esse problema.

 

Pergolado quente demais é comum?

Infelizmente sim, e geralmente a causa é bem simples: falta de aptidão de quem o constrói. 

A questão é que muita gente acha que sabe fazer um pergolado de madeira, mas na verdade acaba construindo mesmo é um puxadinho. 

Sabe por que? Porque, além de todos os cálculos e técnicas necessárias para o pergolado ter a simetria e a imponência necessárias para uma estrutura de qualidade e beleza, vários outros fatores precisam ser levados em conta.

Alguns deles são a incidência de sol no local, o tipo de terreno, a funcionalidade, o tipo de cobertura escolhida, a distância entre as travas, etc.

 

O que fazer para melhorar a temperatura no pergolado já pronto?

O ideal é pensar em todos os fatores já no projeto do pergolado de madeira. Um profissional ou empresa especializada sabe que é preciso um planejamento minucioso para aproveitar ao máximo todas as vantagens da estrutura – o que geralmente não é feito quando a opção é a mais barata.

Por outro lado, depois de pronto ainda é possível tomar algumas medidas para aliviar o clima do pergolado quente demais. Veja como algumas soluções:

 

Problema: cobertura de vidro ou de policarbonato

O tipo de cobertura, por exemplo, influencia diretamente nessa questão, mas a maioria das pessoas nem sabe disso. Você já deve ter reparado que a cobertura de vidro e a de policarbonato são bastante comuns. 

Uma é a mais cara, mas também é a mais durável. A outra é a mais barata – mas tem uma vida útil de no máximo 5 anos, em média. Essa, aliás, é uma informação que geralmente os vendedores não costumam dar, então o cliente compra a cobertura de policarbonato achando que vai durar a vida toda e não é bem assim.

Só que ambas agem como um efeito lupa, ou seja, potencializam os raios de sol, que ficam mais fortes ao passar pelo material. Com isso, o interior do pergolado fica muito quente, principalmente nos dias de verão, justamente quando mais se quer usar a área externa.

Solução 1 – Forro de palha ou bambu

Uma das soluções nesse caso é barrar o excesso de energia solar que passa para o interior do pergolado de madeira com um revestimento de fibra natural. 

Este tipo de material é considerado um moderador natural de temperatura e de ruídos, dando mais conforto térmico e acústico ao pergolado quente demais.

Além disso, são tão bonitos que deixam o pergolado muito mais sofisticado, além de tornarem o clima mais aconchegante para quem está lá embaixo. Há vários modelos de padrões em tonalidades, por isso se encaixam bem em qualquer estilo de decoração.

Mas nem sempre o forro de palha ou de bambu é suficiente para deixar o pergolado mais fresquinho. Aí vem a segunda solução para este problema da cobertura: a troca.

 

Solução 2 – Pergotelha

Outra solução para o pergolado quente demais é a troca da cobertura pela Pergotelha. Esse tipo de telha é uma inovação no mercado, produzida de forma a oferecer várias vantagens mesmo sendo translúcida.

Feita em resina de poliéster reforçado com fibra de vidro, a Pergotelha leva ainda um exclusivo film Du Pont que filtra até 90% a transmissão de energia solar e 99% dos raios UVA e UVB, prejudiciais à saúde. 

O resultado é uma temperatura interna no pergolado até 6ºC menor do que nas coberturas de vidro e de policarbonato.

Para saber se a troca da cobertura é viável ou não, consulte um revendedor Pergotelha, como a Cobrire. Mas fica a dica: a Pergotelha é produzida sob encomenda, sob medida e sem emenda no comprimento, não deforma com o calor e ainda tem 10 anos de garantia.

 

Acessórios também podem ajudar

Dependendo da posição do pergolado e da incidência de sol nas diferentes épocas do ano, pode ser preciso um reforço a mais para espantar o calor.

Afinal, vivemos em um país tropical e em uma realidade de efeito estufa potencializando algumas estações, como o verão. Por isso há momentos em que apenas a união de esforços pode amenizar a ação da natureza.

Neste caso, o uso de alguns acessórios também ajuda bastante a melhorar o pergolado quente demais.

Ventiladores de teto – O ventilador de teto é um deles. Eles podem ser instalados diretamente nas travas, por exemplo, e ficam lindos com a decoração. 

A dica é escolher modelos que realçam as linhas retas do pergolado, como aqueles com pás em design orgânico. 

Toldos – Os toldos também são uma ótima opção, principalmente os retráteis, que praticamente desaparecem quando estão recolhidos.

Eles são indicados principalmente quando o sol fica em um ângulo em que atinge o pergolado em determinadas horas do dia, entrando pelas aberturas. 

Também há vários tipos de materiais, modelos, cores e espessuras que tornam o toldo um complemento perfeito.

Ar-condicionado – O aparelho é uma ótima solução, mas apenas para pergolados que possam ser fechados com vidro. Para isso, no entanto, é preciso que esse fechamento já tenha sido previsto no projeto original, caso contrário o peso vai impactar a estrutura e pode levar risco ao conjunto.

Essas medidas podem ajudar bastante a tornar mais funcional um pergolado quente demais a princípio, mas mesmo elas devem ser efetivadas por pessoas ou empresas devidamente capacitadas.

A escolha de profissionais competentes e com experiência comprovada deve ser prioridade sempre, assim você terá uma área externa funcional, bonita, sofisticada e segura.

 

Venha conversar com os artesãos especializados da Cobrire e descubra a melhor solução para o seu caso. Aproveite para se inspirar nos ambientes criados pela Cobrire no Instagram e descubra como ter a área de lazer dos seus sonhos!